domingo, 14 de outubro de 2018

Postcard from Cuba - Havana

Uma ausência tão prolongada só poderia mesmo ser quebrada por um post especial. A minha viagem a Cuba!


Era a minha viagem de sonho desde há muitos anos. Um país que sempre ouvi ser descrito pelo meu avô com muito carinho e que sempre me deixou desejosa de visitar assim que me fosse possível. 
Foi mesmo a viagem de sonho e superou qualquer expectativa que eu tinha, principalmente a encantada Havana. 



Havana para além de lindíssima, super segura, descontraída, tem um ambiente indiscritível. A música, os artistas de rua, as cores, as casas,  os carros tornam Havana na cidade ideal para dar passeios de quilómetros sem cansar. 
Como agora se diz, é uma "cidade de instagram". Mas não se deixem enganar, em Cuba a internet é do estado, só existe Wi-fi em alguns locais públicos e para acederem têm que comprar cartões em que 1 hora de internet fica mais ou menos 1 euro. E isto vos garanto que é das melhores coisas para umas férias a sério!

Mas vamos por partes... Vou contar-vos a minha experiência e as informações que li antes da viagem!



A altura ideal para visitar Cuba é entre Março e Maio, no entanto eu fui mesmo em Agosto uma vez que não tinha possibilidade noutra altura. Comprei a viagem numa agência com avião, hotéis e seguros e, pelo que li sobre o assunto, é a melhor opção. 

Quanto aos hotéis, em Havana optámos por um hotel com pequeno almoço incluido e nada mais. Havana é bom para passear, comer comida típica em restaurantes típicos e não ter horários fixos pelo que o ideal é optarem por um hotel bem no centro para poderem caminhar livremente e, pela minha experiência, não compensa um hotel muito bom visto que só é para dormir.
Em Varadero optámos por resort 5 estrelas com tudo incluído, sendo que aí sim compensa um hotel bom (leiam muito sobre os hotéis antes de escolher, um hotel 5 estrelas em Cuba equivale a um bom 4 estrelas em Portugal, ou até menos). 

Quanto aos deslocamentos... Em Havana passeei quase sempre a pé! Apenas de táxi para a Fábrica de Arte Cubano, a Casa de José Fuster e a Fortaleza de San Carlos de la Cabaña. São muitos quilómetros mas compensa!

A moeda... Bem, a moeda só mesmo a cubana e no primeiro impacto é uma confusão (pelo menos para mim foi). A moeda dos turistas é o CUC e o melhor a fazer é levantar a quantia que acham que irão precisar em euros antes da viagem e lá, na chegada ao aeroporto, trocarem para CUC na loja oficial. As taxas de câmbio são altas em hotéis e resorts. 1€ equivale mais ou menos a 1 CUC. A moeda dos cubanos é o peso cubano, é nesta moeda que eles recebem o seu salário, pelo que normalmente irão encontrar dois preços nas lojas e restaurantes, o preço para os cubanos em pesos e o preço para os turistas em CUCs.

O que comer? Comida típica sem dúvida! O prato típico é arroz com banana frita e lagosta, ou ropa vieja, que nada tem a ver com a nossa típica roupa velha. É uma mistura de carne desfiada com um sabor bem forte e ligeiramente picante.

Restaurantes a visitar:
  • Esto no es un cafe
  • Paladar Doña Eutimia
  • Elizalde Bar-Restaurante
  • San Cristobal Paladar
  • La Taberna del Pescador 

A juntar a estes claro que não podem perder o Floridita, onde nasceu o daiquiri, e o La Bodeguita, onde nasceu o mojito. Vão ficar deliciados!
Recomendo que façam um passei num clássico dos anos 50, no nosso caso escolhemos fazer a 5ªAvenida (Avenida das Embaixadas), Praça da Revolução e ficámos pelo Malecón onde percorremos alguns quilómetros a pé ao final de tarde, como fazem os cubanos. 


O espectáculo de canhões na Fortaleza de San Carlos de la Cabanã é muito giro mas não deslumbrante, no entanto, recomendo um passeio pela fortaleza.
Aconselho vivamente uma visita à Casa de José Fuster e à Casa da Música que fica junto à Fábrica de Arte Cubano. A vista do rooftop do Gran Hotel Manzana sobre o Capitolio e Havana Vieja é de cortar a respiração, e não se assutem, o hotel é de luxo, caríssimo mas a menu não e o rooftop está acessível a qualquer turista. 

Mas garanto que o maior encanto da cidade está mesmo pelas ruas!

Não entrarei em detalhes para não ser maçuda por isso qualquer questão que tenham não hesitem, terei todo o gosto em responder :) Espero que gostem!


















1 comentário:

  1. Olá,
    Peço desculpa, mas não encontrei o teu nome, vim bater ao teu blog quando pesquisei no google "viagem a Cuba".
    Podes indicar os hotéis onde ficaste? Ficarias neles novamente? Obrigada.

    Um beijinho
    Micaela

    ResponderEliminar


Copyright © Joana Ventura, Na Cozinha com a Joana